Ano de Massa na Williams tem fim de jejum, abandonos e ascensão no fim

Brasileiro encerrou o ano na sétima colocação geral e com o pódio em Abu Dhabi

iG Minas Gerais | Folhapress |

Massa esteve bem próximo de fechar o dia com o terceiro lugar do grid
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/DIVULGAÇÃO
Massa esteve bem próximo de fechar o dia com o terceiro lugar do grid

Em sua primeira temporada na Williams após oito anos como titular da Ferrari, o brasileiro Felipe Massa, 33, sofreu com abandonos na primeira volta, se envolveu em bate-boca e quebrou jejuns de pole position e de subir ao pódio na principal categoria do automobilismo mundial.

O brasileiro encerrou o ano na sétima colocação com 134 pontos após terminar a prova deste domingo (23), que tinha pontuação dobrada na segunda colocação.

A temporada de Felipe Massa não começou como o piloto e nem o torcedor brasileiro esperavam. No GP da Austrália, primeira prova do ano, Massa deixou a pista logo na primeira curva após ser acertado por Kamui Kobayashi.

Na segunda corrida, Massa teve problemas dentro da própria equipe. Ele ignorou um pedido da Williams para deixar seu companheiro Valterri Bottas ultrapassá-lo. Ele cruzou a linha chegada em sétimo, uma posição à frente do finlandês.

O brasileiro pontuou no Bahrein, onde ficou em sétimo novamente, mas ficou fora da zona de pontuação na China e na Espanha.

Depois de duas corridas, o brasileiro voltou a marcar pontos no GP de Mônaco. Na corrida seguinte, no GP do Canadá, se envolveu em um bate-boca com o mexicano Sergio Perez.

A discussão foi em razão de um acidente entre os dois pilotos na última volta, quando o brasileiro brigava pela quinta colocação. Massa afirmou que o adversário deveria ser punido, enquanto Perez colocou a culpa no piloto da Williams. Na sequência, Massa quebrou o seu primeiro jejum na temporada após conseguir a pole no GP da Áustria. A última vez que tinha largado na primeira posição foi há quase seis anos. Na corrida, foi quarto colocado.

No entanto, Massa não conseguiu uma boa sequência. Nas duas corridas seguintes, na Inglaterra e na Alemanha, o piloto abandonou logo na primeira volta depois de ser acertado por Raikkonen e Magnussen, respectivamente.

Na 13ª etapa da temporada, Massa cruzou a linha de chegada na terceira colocação no GP da Itália, casa da Ferrari. Foi o primeiro pódio do piloto após 26 corridas.

O brasileiro subiu novamente ao pódio no GP Brasil, quando ficou outra vez na terceira colocação.

Massa deixou o melhor para a última prova do ano. Em Abu Dhabi, ele largou na quarta colocação, fez ótima largada e passou para a terceira colocação. Na 27ª volta, ele ultrapassou Nico Rosberg e assumiu a segunda posição, que manteve até o final da prova, quando chegou a exercer pressão no líder Lewis Hamilton.

O brasileiro tem contrato de três anos com a Williams, e já foi confirmado ao lado de Valtteri Bottas como titular da escuderia em 2015.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave