Surpresa sem vergonha

No ar na novela “Vitória”, Ricky Tavares deixa a timidez de lado para viver papel multifacetado

iG Minas Gerais | luana borges |

“Sou muito feliz aqui, não tenho vontade nenhuma de sair. Minha meta é poder construir uma carreira na Record”
Jorge Rodrigues Jorge/CZN
“Sou muito feliz aqui, não tenho vontade nenhuma de sair. Minha meta é poder construir uma carreira na Record”

Ricky Tavares tem uma energia que parece não ter fim. Simpático e falante, o ator de 24 anos fica ainda mais animado ao lembrar da trajetória de Mossoró, personagem que interpreta em “Vitória”, ao longo dos cinco meses de novela. Na trama de Cristianne Fridman, o jovem passeia por diversos núcleos. Além de ser irmão da protagonista Diana, de Thaís Melchior, e estar inserido nos principais conflitos, é praticante de motocross e sócio do bar da história. Mas foi a novidade mais recente que surpreendeu Ricky: gravar sequências dançando seminu e, ainda por cima, mascarado – rotina, até então, frequente apenas para Leonardo Vieira, Heitor Martinez e Silvio Guindane, que vivem o trio de amigos strippers. “Dá muita vergonha, fiquei nervoso, mas foi engraçado. Nunca tinha feito isso. Imagina, mascarado e tirando a roupa em cima do palco”, diverte-se.

Há quase seis anos na Record, Ricky reconhece que foi na emissora que encontrou as melhores oportunidades profissionais. Apesar de ressaltar a importância de todos os papéis que já interpretou, ele elege três como os mais marcantes: Wellington de “Vidas em Jogo”, José de “José do Egito”, e Mossoró de “Vitória”, todos na Record. “Sou muito feliz aqui, não tenho vontade nenhuma de sair. Óbvio que, se um dia acabar meu contrato, não vou ficar sem fazer o que gosto. Mas minha meta é poder construir uma carreira na Record”, afirma ele, que tem uma passagem pela Globo, na temporada 2009 de “Malhação”.

Preferências

O que falta na televisão: Falta educação O que sobra na televisão: Muita besteira e fofoca Livro: “Fortaleza Digital”, de Dan Brown Música: Hip hop e MPB Ator: Mark Wahlberg e Bradley Cooper Atriz: Minha irmã, Juliana Xavier Humorista: Fábio Porchat Novela preferida: “Vitória” Filme: “O Grande Herói”, de Peter Berg Autor: Tiago Santiago Diretor: Stanley Kubrick Vilão marcante: Heath Ledger como o Coringa em “Batman – O Cavaleiro das Trevas”

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave