Manchester United vence clássico e cala torcida do Arsenal

Red Devils se aproveitaram da ineficiência do ataque dos Gunners para decidir a partida em um gol contra de Gibbs, e outro de Rooney

iG Minas Gerais | GUSTAVO ROCHA |

Wayne Rooney selou vitória do United sobre o rival Arsenal
FACEBOOK OFICIAL/DIVULGAÇÃO
Wayne Rooney selou vitória do United sobre o rival Arsenal

Se os tempos Louis Van Gaal à frente do Manchester mudaram muita coisa (para pior, é verdade), no maior vencedor da Premier League, algo segue intacto: a rivalidade com o Arsenal e o apetite para jogar contra o time de Londres. Foi a primeira vitória do Manchester fora de seus domínios nesse campeonato.

Em uma partida muita disputada, o United se aproveitou da ineficiência do ataque dos Gunners para decidir a partida em um gol contra de Gibbs e em um contra-ataque fulminante puxado pelo argentino Dí María e finalizado com a frieza e habilidade de Wayne Rooney.

Não foi por falta de tentativa. O Arsenal poderia ter marcado seu gol antes e, quem sabe, administrar a vantagem contra o rival. A defesa do Manchester, principalmente o goleiro De Gea, trabalhou muito. Welbeck, Wilshere e Sanchez falharam na tentativa de vencer o goleirão espanhol.

Wilshere foi um dos principais personagens da partida. Armou boas jogadas e chegou como elemento surpresa no ataque. Foi dele a primeira grande chance desperdiçada, aos 13 minutos, dentro da área para bela defesa do goleiro De Gea. O Arsenal tinha a posse da bola e o controle do jogo, mas não conseguia marcar seu primeiro gol. O United era cauteloso e esperava um contra-ataque, com a velocidade Rooney e Dí María. Wilshere sairia machucado, no início do segundo tempo, com uma torção no tornozelo, para a entrada de Santí Cazorla.

O primeiro gol da partida saiu de uma trapalhada entre o goleiro Szczesny e o lateral-esquerdo Gibbs. Eles trombaram e a bola sobrou para Antonio Valencia fazer um cruzamento na área. Gibbs tentou cortar mas mandou bizonhamente para dentro do próprio gol. A trombada foi tão forte que o goleiro do Arsenal precisou ser substituído, pelo terceiro goleiro, Damian Martínez.

O Arsenal foi pra cima, voltou a ter chances, mas ou parava em De Gea ou concluía mal. Em contra-ataque fulminante, já no fim da partida, Wayne Rooney recebeu de Dí María e decretou a vitória dos Red Devils. Ainda haveria tempo para o gol de honra dos Gunners. Com impressionantes nove minutos de acréscimo, Giroud marcou aos 52 do segundo, após bonita matada no peito. O Arsenal tentou pressionar mas os visitantes se seguraram e garantiram a vitória. A vitória leva o Manchester United à quarta colocação, no campeonato, com 19 pontos. Já o Arsenal cai para a oitava posição, com 17 pontos. Na próxima rodada, o Arsenal visita o West Bromwich e o Manchester United recebe o Hull City, em Old Trafford.