Delator avisou Dilma sobre obras da estatal, diz revista

Segundo publicação da Veja, Paulo Roberto Costa enviou um email em 2009 para Dilma recomendando a paralisação de duas obras que foram fontes de desvio de recursos e pagamento de propina

iG Minas Gerais | Da redação |

Um dos delatores do esquema de corrupção na Petrobras, o ex-diretor de Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa enviou um e-mail, em 2009, à presidente Dilma Rousseff, então ministra da Casa Civil, tratando de duas obras que teriam sido utilizadas como fonte para desvio de recursos e pagamento de propina. O envio da mensagem foi revelado neste sábado (22) pela revista Veja.

No texto, ele informa Dilma que o TCU havia recomendado ao Congresso a imediata paralisação de três obras da estatal. Na mensagem, o ex-diretor cita ainda que em 2007 o tribunal também recomendou paralisações, mas o Congresso não ratificou a decisão.

À revista o Planalto afirmou que mandou a CGU tomar as providências cabíveis. 

Folhapress