Milícia somali Al Shabaab mata 28 não muçulmanos no Quênia

Ataque coincide com o fechamento nesta semana de quatro mesquitas supostamente relacionadas à milícia

iG Minas Gerais | Da redação |

Um grupo de homens armados deixou 28 mortos não muçulmanos ao atacar no sábado (22) um ônibus no nordeste do Quênia. O ataque, reivindicado pelo grupo terrorista somali Al Shabaab, coincide com o fechamento nesta semana de quatro mesquitas supostamente relacionadas à milícia.

"Havia cerca de 60 passageiros no ônibus. Os milicianos armaram uma emboscada a 8 km da saída de Mandera, uma cidade perto da Somália", relatou o chefe da polícia do departamento de Mandera, Noah Mwavinda.

Segundo ele, os criminosos pararam o ônibus, o desviaram para longe da estrada e executaram os passageiros não muçulmanos. O Al Shabaab, ligado à Al Qaeda, foi o responsável pelo ataque a um shopping no Quênia em 2013 que deixou 67 mortos. 

Folhapress

Leia tudo sobre: milíciasataqueQuênia