Dois dias após nota do Aparte, Participação Popular se reúne

Comissão não realizada encontros há sete meses por falta de quórum

iG Minas Gerais | Do Aparte |

Comissão de Participação Popular se reúne na Câmara Municipal de Belo Horizonte após sete meses
Mila Milowski/Câmara BH
Comissão de Participação Popular se reúne na Câmara Municipal de Belo Horizonte após sete meses
A Comissão de Participação Popular da Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH) voltou a se reunir ontem, após sete meses sem conseguir realizar os encontros por falta de quórum. Cinco parlamentares compareceram, dois dias após o Aparte revelar que nenhum vereador aparecia por lá desde abril. A coluna mostrou também que, em 2014, nenhuma reunião foi realizada. Ontem, no entanto, tudo mudou. O presidente Gilson Reis (PCdoB), que havia afirmado à coluna que o atual regimento tirou o valor político e jurídico do colegiado, comandou os trabalhos que contaram ainda com a presença de Pedro Patrus (PT), Doutor Sandro (PROS), Veré da Farmácia (PTdoB), além do suplente Juninho Los Hermanos (PROS). Para o encontro ser realizado era necessária a presença exatamente de cinco parlamentares. Com o funcionamento, a Comissão de Participação Popular aprovou sugestão de proposição de autoria do Parlamento Jovem, que defende ofertar ensino técnico a estudantes do ensino público municipal. Além disso, Gilson Reis propôs convidar os dois últimos presidente do projeto Câmara Mirim para acompanhar os trabalhos. Também foi discutida a possibilidade de reduzir o número integrantes de cinco para dez, reduzindo também o quórum necessário para que a reunião seja instalada. Como mostrou o Aparte, nas vezes em que apareceu alguém, o recorde de presença em 2014 era de dois parlamentares, em 7 de março. Depois disso, só uma presença, em 11 de abril. De lá para cá, 22 reuniões agendadas foram canceladas, pois todos os vereadores haviam faltado. Até ontem, quando a Comissão renasceu.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave