Dilma não vai anunciar novos ministros nesta sexta

Anúncio estava previsto para a tarde desta sexta (21), após o fechamento da Bovespa, segundo assessores presidenciais; ainda não há nova data

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A presidente Dilma Rousseff não anunciará nesta sexta-feira (21) o nome dos novos ministros que integrarão a sua equipe econômica. A informação é da Secretaria de Comunicação da Presidência, que não especifica nova data.

O anúncio estava previsto para a tarde desta sexta (21), após o fechamento da Bovespa, segundo assessores presidenciais. Segundo a Folha de S.Paulo apurou, Joaquim Levy deverá ser o novo ministro da Fazenda e Nelson Barbosa assumirá como titular do Planejamento.

A reportagem apurou ainda que Barbosa esteve no Planalto nesta sexta-feira (21) e que Levy está em Brasília. Ambos já integraram a equipe econômica no primeiro governo. Levy foi secretário do Tesouro e Barbosa, ex-secretário-executivo da Fazenda.

Senador pelo PTB e candidato derrotado ao governo de Pernambuco, Armando Monteiro assumirá o Ministério do Desenvolvimento e Indústria, segundo a Folha de S.Paulo apurou. Além da equipe econômica, Dilma iria anunciar a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) para o Ministério da Agricultura.

Recusa

O presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, era a primeira escolha da presidente para o Ministério da Fazenda, mas ele recusou o convite de Dilma. Trabuco esteve com a presidente na quarta-feira (19), quando agradeceu o convite, mas disse que não tinha condições de aceitar por causa de compromissos assumidos com o presidente do Conselho de Administração do Bradesco, Lázaro Brandão.

Diante da recusa de Trabuco, Dilma passou a avaliar três nomes para formar sua equipe econômica: Joaquim Levy, Nelson Barbosa e Alexandre Tombini, atual presidente do Banco Central.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave