Massa espera melhora, mas não se vê na 1ª fila em Abu Dhabi

Brasileiro acredita que será praticamente impossível tirar a pole da Mercedes

iG Minas Gerais | Folhapress |

Globo Esporte/Reprodução
undefined

 Décimo colocado na segunda sessão de treinos livres para o GP de Abu Dhabi, corrida que encerra o Mundial de F-1 deste ano, Felipe Massa acredita que será praticamente impossível tirar a pole position de um dos pilotos da Mercedes neste sábado, no treino que define o grid de largada da corrida em Yas Island.

"A diferença que eles [Mercedes] mostraram para o resto das equipes nesta pista foi realmente muito grande e eles estão bem longe. Fica mais difícil para nós, mas vamos tentar", disse Massa, que viu Lewis Hamilton ser o mais veloz nos dois treinos disputados nesta sexta-feira (21) --Nico Rosberg foi o segundo em ambas.

"Temos ainda algumas coisinhas para melhorar no carro e eu não consegui fazer uma volta boa com os meus pneus novos. Mas pelo menos em simulação de corrida fomos bem e agora temos de trabalhar para tentar ter um carro mais competitivo para amanhã", completou o brasileiro sobre o treino de classificação deste sábado, que será disputado às 11h (de Brasília).

Pela manhã, tanto Massa quanto seu companheiro de Williams, Valtteri Bottas, tiveram problemas com a carenagem de seus carros e acabaram perdendo tempo de pista. O brasileiro completou a sessão em 13º após completar apenas sete voltas. Bottas, o oitavo, fez apenas oito giros.

"Mudamos umas coisas na fixação da carenagem, algo que já tínhamos usado em outras corridas, mas acho que como em nenhuma delas tinha uma reta tão grande quanto a que temos aqui, não tínhamos sofrido com este problema. Ela acabou soltando e por sorte eu vi a tempo e não estragou a peça. Mas de qualquer forma perdemos tempo porque tivemos que esperar que tudo fosse montado novamente", completou Massa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave