Moradores voltam a fechar estrada de acesso a praia de Ilhabela

É o terceiro dia consecutivo de bloqueio; grupo protesta contra "pedágio" estabelecido pela Fundação Florestal, que administra o Parque Estadual de Ilhabela

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Cerca de 60 pessoas bloqueiam a estrada que dá acesso à praia de Castelhanos, na Ilhabela --litoral norte de São Paulo--, em protesto contra o "pedágio" estabelecido pela Fundação Florestal, que administra o Parque Estadual de Ilhabela.

É o terceiro dia consecutivo de bloqueio. O valor, que passou a valer na última quarta-feira (19), é de R$ 12 por pessoa. Na quinta (20), a manifestação acabou às 14 horas, horário em que fica proibido a subida de carros.

Desde as 11h, o prefeito de Ilhabela, Antonio Luiz Colucci (PPS), está no local tentando fazer contato com o responsável pela Fundação Florestal. "O Parque não está disposto a suspender a taxa. Nosso pedido é suspender essa taxa", disse.

Ainda segundo o prefeito, se a negociação acontecer ainda nesta sexta, o caminho para a praia poderia voltar à normalidade no sábado. Caso contrário, os moradores prometem continuar com o protesto nos próximos dias.

Empresas de turismo continuam com os passeios de jipe a Castelhanos suspensos. Na praia, cinco dos seis quiosques no local permanecem fechados.

"Tem vários motivos para o protesto. A comunidade alega que o principal é o fato que o parque não faz manutenção adequada [na estrada]. Carros ficam presos sem resgate, tem torre quase caindo", diz Vivian Gonçalves, proprietária do único quiosque aberto hoje.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave