FIA muda novamente formato da classificação para o GP de Abu Dhabi

Com o retorno da Caterham para a prova dos Emirados Árabes, cinco carros serão eliminados na primeira parte do treino e outros cinco no Q2

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Com a fábrica fechada, time não deverá entrar em competição na América
Com a fábrica fechada, time não deverá entrar em competição na América

A volta da Caterham ao grid da F1 neste final de semana, para a disputa do GP de Abu Dhabi, última etapa do Mundial da categoria, fez com que a FIA alterasse mais uma vez o formato do treino de classificação.

Por conta da ausência do time e da Marussia nas últimas duas etapas do campeonato, os GPs dos EUA e do Brasil, a entidade que comanda o automobilismo já havia feito um ajuste no formato da sessão, já que, originalmente, seis carros eram eliminados nas duas primeiras partes do treino.

Sem os dois carros da Caterham e os dois da Marussia, tanto em Austin como em Interlagos, quatro carros ficaram de fora do Q1 e do Q2.

Agora, com o retorno da equipe para a prova em Yas Marina, cinco carros serão eliminados na primeira parte do treino, outros cinco na segunda e os dez mais rápidos disputam a pole position.

A Caterham ficou de fora das duas últimas corridas depois de ter sido colocada sob administração judicial. Os administradores do time optaram por perder as provas para poupar dinheiro e buscar investidores que pudessem assegurar sua permanência na categoria.

Apesar de afirmar que estão em negociação com potenciais compradores, nenhum negócio foi fechado até agora.

Para correr em Abu Dhabi, neste domingo (23), a Caterham fez uma "vaquinha" na internet para arrecadar fundos.