Atrito entre camelôs, Guarda Municipal fecha o comércio do Barreiro

Polícia Militar foi acionada para conter a multidão; temendo prejuízo, lojistas baixaram as portas na tarde desta sexta (21)

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Uma confusão generalizada fechou as portas do comércio do Barreiro de Baixo, em Belo Horizonte, na manhã desta sexta-feira (21). De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a Guarda Municipal fazia fiscalização em veículos estacionados na esquina das avenidas Desembargador Ribeiro da Luz e Visconde de Ibituruna, quando populares teria se irritado com a ação dos agentes. A PM foi acionada para dar apoio e conter a multidão.

Conforme o relato de lojistas do entorno, os camelôs teriam iniciado o tumulto, avançando contra a Guarda Municipal, que reagiu com armas de choque. Por isso, o pânico teria se espalhado, obrigando o comércio a baixar a portas.

Outro comerciante, de uma sobreloja, contou a nossa reportagem que os militares apenas cercaram os ambulantes na intenção de acalmá-los, e que não houve qualquer atrito entre eles.

A assessoria da Polícia Militar disse que não há registros de detidos ou pessoas feridas no local.

Aguarde...

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave