Dinheiro devolvido supera orçamento

Uma evidência disso é o programa de segurança nas fronteiras, que, dos R$ 84 milhões autorizados no Orçamento, só utilizou R$ 32 milhões até agora

iG Minas Gerais |

São Paulo. O dinheiro a ser devolvido aos cofres públicos por apenas cinco delatores da operação Lava Jato já supera todos os gastos da Polícia Federal neste ano em sua atividade-fim – ou seja, policiamento. Levantamento do blog Dinheiro&Cia, do jornal “Folha de S.Paulo” mostra que os delatores já se comprometeram a devolver aos cofres públicos R$ 420 milhões.  

Do início de janeiro até a semana passada, a Polícia Federal gastou R$ 299 milhões com suas atividades. Em 2013, o gasto foi de R$ 240 milhões.

No papel, a verba disponível para 2014 é maior, de R$ 437 milhões. Esse montante, porém, não será inteiramente liberado, seja por atrasos na burocracia, seja pelo corte de gastos imposto pela área econômica.

Uma evidência disso é o programa de segurança nas fronteiras, que, dos R$ 84 milhões autorizados no Orçamento, só utilizou R$ 32 milhões até agora.

Ao todo, o Orçamento da PF chega a R$ 5,1 bilhões, dos quais R$ 4 bilhões em salários e outras despesas de pessoal. Um único delator da Lava Jato, Pedro Barusco, ex-gerente da Petrobras, se comprometeu a devolver US$ 97 milhões, cerca de R$ 247 milhões pelo câmbio desta quinta.

Malas

Controle. Para entregar as malas de dinheiro para seus “clientes”, o doleiro Alberto Youssef orientava seus subordinados a cobrarem uma senha previamente combinada entre eles.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave