Laudo da morte de bebê de 9 meses descarta morte por agressão

Criança foi encontra sem vida em uma creche no bairro Jardim Europa, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

SUPER - CONTAGEM - MG 
CRIANCA DE NOVE MESES MORRE EM CRECHE . DONA DA CRECHE PASSOU MAL E SAIU LEVADA PELO SAMU .
FOTO: MOISES SILVA / O TEMPO 05-08-2014
MOISES SILVA / O TEMPO
SUPER - CONTAGEM - MG CRIANCA DE NOVE MESES MORRE EM CRECHE . DONA DA CRECHE PASSOU MAL E SAIU LEVADA PELO SAMU . FOTO: MOISES SILVA / O TEMPO 05-08-2014

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) referente a morte de um bebê de apenas 9 meses, em agosto deste ano, em uma creche localizada no bairro Jardim Europa, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte, descarta a hipótese de morte por agressão.

Conforme a Polícia Civil, o laudo enviado para a delegada responsável no dia 14 de novembro, ainda, acusa como indeterminada a morte do bebê. Mas, descarta as hipóteses de estrangulamento, envenenamento ou assassinato por meio violento foram descartadas. A investigação segue e o inquérito ainda não foi concluído.

Entenda o caso

Na tarde do dia 5, a diretora da creche, conhecida como tia Ju, encontrou o pequeno João Lucas Batista, de 9 meses, já sem vida. Ela acionou a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A princípio, segundo a polícia, a criança sofreu um mal súbito, mas apenas após o exame pericial poderá ser identificada a causa exata da morte.

Na época ficou constatado, que a creche não era regularizada e funcionava em um lote anexo a casa da diretora. Cerca de 15 crianças, até os 5 anos de idade, eram cuidadas por ela e mais outras duas funcionárias. Vizinhos ao local e os próprios pais da criança não acreditam que a morte do bebê tenha ocorrido por negligência.

Ainda segundo a polícia, o bebê estava em um carrinho, enquanto era vigiado por uma das cuidadoras, quando começou a passar mal e a tossir. Quando tentaram acudir a criança e chamar por socorro, ela havia desmaiado e não voltou mais à consciência.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave