Posto de saúde fechado após ameaças deve ser reaberto nesta sexta

Desde esta quinta, a Polícia Militar (PM) reforçou o patrulhamento no local e, para a reabertura, o lugar contará com policiamento durante o horário de funcionamento

iG Minas Gerais | Jhonny Cazetta |

A Prefeitura de Santa Luzia, na região metropolitana, promete reabrir nesta sexta-feira (21) o posto de saúde no bairro Cristina, que está fechado há três dias após um toque de recolher no local. Desde esta quinta-feira (20), a Polícia Militar (PM) reforçou o patrulhamento no local e, para a reabertura, o lugar contará com policiamento durante o horário de funcionamento.

De acordo com a prefeitura, a suspensão do atendimento no posto ocorreu por motivo de segurança. Isso porque, no dia, pela manhã, dois homens armados invadiram o local e exigiram o fechamento da unidade, ameaçando pacientes e funcionários.

“Eles estavam visivelmente alterados e pareciam drogados. São traficantes aqui da região e não se brinca com esse tipo de gente. Se mandam fechar ou não sair determinada hora. Tem que cumprir ou você acaba correndo o risco de morrer. A situação aqui está crítica”, contou uma testemunha. Desde o mês passado, a região entre o bairro Cristina e Palmital tem vivido momentos de tensão, por conta da morte de um jovem de 16 anos durante uma operação da Polícia Civil. Além de tiroteios, ônibus que circulam nos bairros também foram queimados. A PM informou que reforçou o patrulhamento na localidade. 

Com o fechamento do posto de saúde do bairro Cristina, em Sabará, moradores reclamam que estão tendo dificuldades para realizarem consultas. “Minha mãe tem 70 anos e precisava de vir nesse posto fazer um procedimento para uma cirurgia que ela irá fazer. Os outros postos não ficam tão perto assim para uma senhora idosa. Então, ela irá esperar reabrir aqui. Infelizmente, a situação de segurança do bairro está muito complicada”, disse Cláudia Souza, de 50 anos. Por sua vez, a Prefeitura de Sabará informou que nenhuma consulta foi prejudicada e que os pacientes foram orientados a irem até um outro posto que fica próximo do bairro.   

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave