Polícia Militar reduz número de torcedores do Atlético para 1.800

PM baixou carga de ingressos de 2.736 para 1.800 em jogo da decisão da C carga pode baixar ainda ainda mais

iG Minas Gerais | Thiago Nogueira e Lohanna Lima |

Torcedor atleticano terá que pagar R$ 1.000,00 pelo ingresso
Torcedor atleticano terá que pagar R$ 1.000,00 pelo ingresso

Em reunião realizada no Batalhão de Eventos da Polícia Militar, na tarde desta quinta-feira,  o Atlético teve a carga de ingressos para o segundo jogo da final da Copa do Brasil, diante do Cruzeiro, no Mineirão, no dia 26 de novembro, reduzida de 2.736 para 1.800. A decisão foi confirmada após divulgação do laudo técnico da vistoria do estádio realizada nessa quarta-feira. Entretanto, a carga pode baixar ainda mais, chegando a 923 torcedores atleticanos no Mineirão.   Na terça-feira, o Cruzeiro havia definido carga de 2.736 ingressos para os atleticanos, que ainda dependia de avaliação da Polícia Militar. Para garantir a segurança da torcida, a PM alegou que precisa isolar os setores 301 (Atlético)  e 344 (Cruzeiro) do estádio. Com o isolamento, o número caiu para 1.800. Entretanto, o Cruzeiro já começou a vender ingressos do setor 344, o que impossibilita o bloqueio desta área. Assim, o Cruzeiro pode pedir que outro setor do Atlético seja bloqueado para garantir a segurança, reduzindo a carga dos atleticanos para 923.

A Polícia Militar afirmou, ainda, que não haverá isolamento das primeiras fileiras do setor roxo. Havia uma preocupação em relação aos primeiros lugares, pois logo abaixo, nos camarotes vendidos pela Minas Arena, poderia haver presença de cruzeirenses, o que poderia gerar algum tipo de incidente. Entretanto, a administradora do Mineirão decidiu colocar no setor inferior apenas os atleticanos que compraram a área vip, evitando, assim, a possibilidade de tumulto. 

 

Mais informações em instantes...

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave