Para Massa, Ferrari e Alonso foram 'culpados' por maus resultados

O brasileiro considera que a falta de um carro competitivo aliado aos desentendimentos entre a equipe e o piloto espanhol contribuíram para o insucesso na F1

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Massa esteve bem próximo de fechar o dia com o terceiro lugar do grid
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/DIVULGAÇÃO
Massa esteve bem próximo de fechar o dia com o terceiro lugar do grid

Companheiro de Ferrari de Fernando Alonso por quatro temporadas antes de se transferir para a Williams, Felipe Massa acredita que a "culpa" pela passagem sem sucesso do espanhol pela escuderia de Maranello é das duas partes -foram cinco anos sem nenhum título de pilotos ou construtores.

"Obviamente que faltou alguma coisa para que essa parceria desse certo. Não podemos esquecer que o Fernando é um super piloto, mas só isso não basta. O trabalho entre eles tinha que ter sido feito de uma maneira melhor para que desse certo", disse o piloto brasileiro nesta quinta-feira (20) em Abu Dhabi, onde no domingo será disputado o último GP da temporada.

A prova em Yas Marina, cuja largada acontece às 11h (de Brasília), marcará a despedida de Alonso da Ferrari -Sebastian Vettel foi anunciado nesta quinta-feira (20) como seu substituto.

"Claro que nestes anos a Ferrari também não teve um carro que pudesse disputar campeonatos. A verdade é que desde o final de 2008 a equipe vem piorando ano após ano e se o time não venceu nada neste período que o Fernando esteve lá é porque faltou alguma coisa. Certamente o trabalho entre eles não foi bem feito", completou Massa.

Depois do pódio conquistado em Interlagos, na última etapa, o piloto da Williams disse estar esperançoso de poder repetir o bom resultado neste domingo.

"A expectativa é essa. Nas últimas corridas sempre chegamos com um carro com potencial para lutar por pódios e seria maravilhoso se conseguíssemos isso nesta corrida, que é a mais importante do ano, já que vale o dobro da pontuação", afirmou o brasileiro.

Os primeiros treinos livres para a corrida que decidirá o Mundial de Pilotos entre Lewis Hamilton e Nico Rosberg acontecem nesta sexta-feira, a partir das 7h (de Brasília). O treino que define o grid será no sábado, às 11h (de Brasília).