PM monta esquema para torcida mesmo sem ter definições

A Polícia Militar também já trabalha num plano de escolta dos atleticanos, que antes da partida, deverão ficar concentrados no ginásio do Mineirinho

iG Minas Gerais | THIAGO NOGUEIRA |

undefined

Mesmo que a novela da briga por ingressos entre Atlético e Cruzeiro na Copa do Brasil ainda esteja longe de um capítulo final, a Polícia Militar e os órgãos envolvidos na decisão já traçam o esquema de segurança para a chegada e o acesso do torcedor ao estádio. Nessa quarta-feira, uma vistoria foi realizada no Mineirão e no Mineirinho.

O ginásio funcionará como ponto de concentração para a torcida do Atlético. Embora o laudo técnico sobre a capacidade do espaço para os visitantes (setor Roxo Superior) fique pronto apenas nesta quinta-feira – a verificação é necessária para atestar se os 2.736 lugares reservados pelo Cruzeiro são seguros –, a PM já trabalha no plano de escolta para os atleticanos, que serão minoria em um público que pode chegar a 60 mil.

A polícia já estabeleceu algumas ações no Mineirinho, como a forma de acesso, a conferência de ingressos, a revista, a proibição de latas e garrafas e estacionamento. “Quem não estiver com ingresso não vai entrar. Haverá uma conferência de ingressos e uma busca pessoal pela segurança privada. Os torcedores que vêm sem ingresso, ou de jogos anteriores, ou falso, que não tentem entrar, porque serão presos. Vão perder o jogo e responder a processo”, reforçou o chefe do Comando de Policiamento Especializado (CPE), coronel Ricardo Machado.

Para o torcedor do Cruzeiro, não há qualquer alteração significativa na sua rotina de chegada ao Mineirão.

Limitações. O laudo técnico da PM só será apresentado aos clubes em reunião hoje à tarde no CPE. Por causa do isolamento de segurança, a quantidade de ingressos para atleticanos, que hoje está em torno de 5%, pode ser reduzida ainda mais. A torcida cruzeirense ficará na parte inferior do setor roxo, na mesma direção que a torcida do Atlético ficará.

"A gente não pode permitir que as torcidas sejam colocadas de tal forma que uma possa atirar algum objeto nos torcedores que estejam embaixo", ressaltou Machado. O certo é que, à esquerda, um bloco do estádio será isolado. No lado direito, será o setor da tribuna de imprensa, que funcionará para dividir atleticanos e cruzeirenses.

No Mineirinho

Concentração. O torcedor do Galo deve se dirigir ao ginásio antes do jogo pelos portões 1 e 2 pela avenida Chafir Ferreira. De lá, o atleticano seguirá para o Mineirão pela passarela, sem contato com cruzeirenses. Não será permitido aos atleticanos ficar na alameda das Palmeiras. </MC>

Estacionamento. Apenas o torcedor do Atlético poderá estacionar no local.

Apoio. A PM pediu à prefeitura que disponibilize pontos de alimentação e banheiros para o atleticano.</MC>

Orientação. Para evitar provocações, a polícia pede para os atleticanos que não forem utilizar o serviço especial de ônibus, que não usem camisas do Atlético até chegar ao Mineirinho.

Restrições. Será proibida a entrada de latas e garrafas. O torcedor que não tiver ingresso também não acessará o local.

Bilheteria. Se ainda houver ingressos à venda para os atleticanos, eles devem ser comercializados no local. 

Leia tudo sobre: policia militarmineiraomineirosuperclassicocruzeiroatleticocopa do brasil