Marlone pode ser envolvido em negociação para permanência de Moreno

A intenção do Cruzeiro é oferecer ao Tricolor Gaúcho parte dos direitos do meia-atacante como compensação para a liberação do boliviano

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Marlone está de volta ao Rio de Janeiro, estado onde despontou para o futebol
Washington Alves/Light Press
Marlone está de volta ao Rio de Janeiro, estado onde despontou para o futebol

O atacante Marcelo Moreno está com os dias contados na Toca II, mas a diretoria celeste já estuda maneiras para segurar por mais tempo o artilheiro celeste. Emprestado pelo Grêmio até dezembro e com os direitos avaliados em pouco mais de R$ 19 milhões (6 milhões de euros), o Cruzeiro pode oferecer ao Tricolor Gaúcho parte do meia-atacante Marlone como compensação para a liberação do boliviano.

Segundo apurou o Super FC, essa é uma das alternativas do presidente Gilvan de Pinho Tavares, que já admitiu no passado recente ser muito difícil permanecer com Moreno, caso o Grêmio peça mesmo os quase R$ 20 milhões em dinheiro. Como Marlone ainda é jovem e tem mercado, o jogador pode ser envolvido na transferência que deve, quem sabe, culminar com a permanência do "Flecheiro" em Belo Horizonte.

Marlone chegou à Toca II no início desta temporada, ao ser adquirido por um grupo de investidores por R$ 5,4 milhões. O meia-atacante ainda não emplacou vestindo o uniforme azul e branco.

Outro detalhe tido como trunfo pela diretoria estrelada é que Marcelo Moreno, já em junho de 2015, poderá assinar pré-contrato com qualquer outra equipe. Seu vínculo com o Grêmio tem validade até o fim da próxima temporada.

Segundo a imprensa gaúcha, a Roma (ITA) fez sondagens por Marcelo Moreno, mas o interesse italiano, também de acordo com os jornais sulistas, ainda não se configurou em proposta concreta. Como o Grêmio investiu alto em 2012 para adquirir parte do avante boliviano (também por 6 milhões de euros), o interesse é não tomar prejuízo com o jogador.

Nos últimos dias, o diretor de futebol gremista Duda Kroeff deu declarações polêmicas e irritou Marcelo Moreno, que emitiu nota oficial respondendo ao dirigente gremista. Kroeff insinuou que o centroavante "joga melhor só no Cruzeiro" e que o atacante deveria ficar em Belo Horizonte. Fato que pode tornar insustentável o retorno do "Homem da Flecha" a Porto Alegre.

Depois de passar por momentos de turbulência nas duas últimas temporadas, Marcelo Moreno reencontrou o bom futebol no Cruzeiro. O atacante é o vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro com 14 gols, maior goleador da Raposa na competição à frente do meia-atacante Ricardo Goulart, que tem 13. 

Moreno, que tem tanta importância tem tanta para o esquema do técnico Marcelo Oliveira, está com seus direitos econômicos fatiados entre três clubes: Grêmio, Shakhtar Donetsk (UCR) e Palmeiras. O time gaúcho é majoritário nas fatias do "Flecheiro" e detém 55% do atleta, enquanto os ucranianos ainda possuem  30% e o Palmeiras 15%.

Os paulistas ganharam porcentagem do atacante quando cederam o argentino Barcos aos gremistas.

O nome do atacante Douglas Coutinho, do Atlético-PR, também chegou a ser tido como "plano B", caso Marcelo Moreno não ficasse na Toca. Mas, segundo os jornais paranaenses, o jovem avante interessa a grandes clubes europeus, dentre eles o vice-campeão da Europa, o Atlético de Madrid (ESP).