Acuadas, empreiteiras chegam ao STF contra Lava Jato

Esse seria um movimento estratégico das gigantes da construção; reclamação já chegou ao relator, ministro Zavascki

iG Minas Gerais | Da Redação |

As empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato querem que o caso saia da 13ª Vara Federal de Curitiba e vá para o Supremo Tribunal Federal, segundo "O Estado de S. Paulo".

A reclamação – denominação do pedido ao STF -, já está nas mãos do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato. Esse seria um movimento estratégico das gigantes da construção.

Por meio de uma reclamação endereçada à Corte máxima da Justiça, o engenheiro Gerson de Mello Almada, vice presidente da Engevix Engenharia S/A, pede liminarmente a suspensão dos efeitos da ordem de prisão contra o executivo, por exemplo.

Segundo a publicação, a defesa da Engevix assinala que “a desabrida usurpação da competência dessa Corte, o juízo singular, a um só tempo, decidiu que o suposto ‘pagamento de vantagem indevida a Paulo Roberto Costa’ não guardaria conexão com o hipotético pagamento de vantagens a parlamentares”.

Leia a íntegra da reclamação ao STF.

Leia tudo sobre: empreiteirasoperaçãolava jatomovimento