Maioria dos consumidores vão se auto presentear neste Natal

Seis em cada dez pessoas afirmaram que preferem comprar presentes para si mesmas; 61% justifica que o ano de muito trabalho é sinal de merecimento para isso

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Desempenho. Para CDL/BH, legado da Copa do Mundo não aconteceu no curto prazo
SAMUEL AGUIAR / O TEMPO 27/12/20
Desempenho. Para CDL/BH, legado da Copa do Mundo não aconteceu no curto prazo

A época do Natal é marcada pelas trocas de presentes entre familiares, colegas de trabalho e amigos. Entretanto, uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) mostrou um outro lado do espírito natalino dos brasileiros. Mais da metade dos consumidores afirmaram que vão se auto presentear no final do ano.

De acordo com os dados, seis em cada dez pessoas preferem comprar presentes para si mesmas neste Natal. O número equivale a 64% das pessoas entrevistadas. Há aumento de 3%  nesse percentual, quando são observados consumidores das classes C, D e E.

Já tratando-se do número referente às mulheres, 69% delas afirmaram que vão se auto presentear neste Natal. A pesquisa foi realizada com a parceria entre o Serviço de Proteção ao Crédito e o portal de Educação Financeira Meu Bolso Feliz. Ao todo, foram entrevistados 624 consumidores de ambos os sexos, nas 27 capitais brasileiras. A margem de erro é de 3,7 pontos percentuais.

Eu mereço

Das pessoas que afirmaram que vão se auto presentear, 61% justificou que trabalharam muito ao longo do ano e merecem isso. Outras 54% pessoas alegam que apenas aproveitam essa época do ano para comprar coisas que estão precisando mesmo. Por outro lado, 33% dos entrevistados justificam a prática dizendo que normalmente já sentem prazer em fazer compras e que só aproveitam a oportunidade que o Natal lhes proporciona para consumir mais.

Na avaliação do Educador Financeiro do Portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli, o Natal oferece às pessoas uma ocasião perfeita para a auto gratificação, uma forma de recompensa pelas duras jornadas de trabalho e pelas dificuldades enfrentadas ao longo do ano. "O Natal também permite que as pessoas libertem-se da culpa do consumismo excessivo, deixando-as à vontade quer seja para priorizarem a si mesmas ou para demonstrarem apreço por amigos e parentes, explica Vignoli.

Média de dois presentes por pessoa

Considerando aqueles que afirmaram que vão se auto presentear, cada consumidor deve comprar dois presentes, em média, segundo a pesquisa. Mas, os amigos e familiares não sairão perdendo nesta conta. O estudo do SPC mostrou que os consumidores devem comprar mais presentes para dar a outras pessoas, chegando a uma média de 4,3 por pessoa.

Presentes mais procurados

Na hora de escolher o que comprar para se auto presentear neste Natal, a maioria das pessoas, que participaram da pesquisa, afirmaram optar por roupas (65%), calçados (58%), perfumes e cosméticos (32%)

Segundo o educador financeiro, o curioso é que esses são exatamente os presentes mais desejados, quando os entrevistados respondem sobre o que mais gostariam de ganhar dos outros. "Isso só reforça a hipótese de que o auto presenteado quer mesmo é acertar no presente e ganhar o que está precisando", afirma Vignoli.

Os pesquisadores também procuraram saber se o consumidor acredita que também será presenteado por outras pessoas nesse Natal. De acordo com o estudo, 81% dos brasileiros acreditam que serão lembrados neste fim de ano. A principal razão é o fato de que eles se sentem queridos, resposta dada por 70% dos que esperam ser presenteados.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave