Fernando Baiano e vice-presidente da Camargo Corrêa depõe nesta quarta

Defesa do lobista Fernando Baiano, afirmou que o cliente não vai ficar calado em seu depoimento; já a defesa de Eduardo Leite disse que seu cliente irá colaborar com a polícia, respondendo as perguntas que lhe forem feitas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Ao contrário do diretor-presidente Dalton Avancini, e João Ricardo Auler, presidente do Conselho de Administração da Camargo Corrêa, que decidiram ficar em silêncio durante depoimento na PF. O lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, prestará depoimento na Superintendência da Polícia Civil, em Curitiba na tarde desta quarta-feira (19). Além dele depõe também nesta quarta o vice-presidente da empreiteira, Eduardo Leite. As informações são do jornal "Folha de S.Paulo".

A defesa do lobista Fernando Baiano, afirmou que o cliente não vai ficar calado no depoimento que prestará à Polícia Federal. Segundo o advogado, ele vai fornecer informações importantes às investigações da operação Lava Jato. Acusado de ser o operador do PMDB no esquema de pagamento de propina na Petrobras, Fernando Baiano entregou-se nessa terça-feira (18) em Curitiba.

Já o advogado Cláudio Mariz de Oliveira, que defende Leite, disse que seu cliente irá colaborar com a polícia, respondendo as perguntas que lhe forem feitas. Ele confirmou que o vice-presidente mantinha "relações de mercado" com o doleiro Alberto Youssef, mas negou a participação dele em qualquer situação de pagamento de propina. 

Leia tudo sobre: BrasilCrimeEconomiaLava JatoPolícia FederalEmpreiteiraLobistaCamargo Corrêa