Time celeste quer comemorar título em casa

Caso vença o Grêmio, nesta quinta-feira, em Porto Alegre, o líder precisará apenas de uma vitória simples contra o Goiás, domingo, no Mineirão, para levantar o caneco de tetracampeão brasileiro

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

No centro de uma enorme polêmica, Júlio Baptista publicou carta em uma página pessoal na internet se defendendo de acusações
Gualter Naves/Textual
No centro de uma enorme polêmica, Júlio Baptista publicou carta em uma página pessoal na internet se defendendo de acusações

O time do Cruzeiro sabe que uma vitória contra o Grêmio, fora de casa, nesta quinta-feira, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, deixa a Raposa com uma mão na taça. Além disso, o triunfo será ainda mais almejado pelos cruzeirenses por outro fator especial: a chance de conquistar o título em casa, diante da torcida. Caso vença o Grêmio, o líder precisará apenas de uma vitória simples contra o Goiás, domingo, no Mineirão, para levantar o caneco de tetracampeão brasileiro.

Por isso, o elenco celeste embarca para Porto Alegre encarando o duelo com os gaúchos como uma verdadeira final para, no fim de semana, fazer a festa no Gigante da Pampulha. “Todos os jogos são finais. Cada jogo em que conseguimos somar os três pontos para os adversários é muito ruim, principalmente para o São Paulo, que está em segundo. Se a gente ganhar do Grêmio, depois temos um jogo e casa e ficará faltando muito pouco para conquistar o nosso objetivo. E é isso que a gente espera”, declarou o meia-atacante Júlio Baptista.

O lateral-esquerdo Egídio também se diz radiante com a possibilidade de vencer o tetra em casa. Porém, o atleta disse que o foco tem que estar primeiramente no Grêmio. “Para poder ser campeão antecipado, e pra concretizar o título contra Goiás, precisamos ganhar do Grêmio. Por isso, vamos encarar essa partida como mais uma final para ser campeão. É um título que queremos muito”, concluiu Egídio.