Lula diz que substituição de Graça Foster deve ser prioridade

Ex-presidente acredita que, no momento em que as investigações da Operação Lava Jato estão mais acirradas em direção ao PT, a atual presidente da Petrobras não tem mais condições políticas para defender a estatal

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Roberto Stuckert Filho/PR
undefined

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva disse em entrevista ao jornal "Folha de S.Paulo" que a substituição de Graça Foster na presidência da Petrobras deve ser prioridade na reforma ministerial do novo governo Dilma.

Para ele, um dos nomes para assumir a chefia da estatal é o do ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT).

De acordo com a reportagem, Lula acredita que, no momento em que as investigações da Operação Lava Jato estão mais acirradas em direção ao PT e a atual presidente da Petrobras não tem mais condições políticas para defender a estatal e nem recuperar seu protagonismo econômico.

Dilma tem outros planos para Jaques Wagner, de quem é amiga próxima, mesmo com a pressão feita por Lula e aliados para que o ex-governador ganhe o comando da estatal. Para Dilma, o ministério palaciano é uma de suas apostas, mas de acordo com apurações da Folha, Wagner gostaria de assumir a pasta do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.