Dilma deve definir logo sua equipe econômica

O mais cotado é o seu ex-chefe de gabinete Giles Azevedo, um dos mais fiéis assessores, com quem convive e trabalha há mais de 20 anos. Geólogo

iG Minas Gerais |

Brasília. A presidente Dilma foi aconselhada por sua equipe a anunciar o mais rápido possível sua nova equipe econômica, para evitar ficar presa ao escândalo da Petrobras. Para seus assessores, agora Dilma deveria nomear a equipe econômica (Fazenda, Planejamento, BC) e os ministros palacianos (Casa Civil, Secretaria-Geral, Relações Institucionais).

Outro ponto que merece destaque nessas possíveis indicações é que, diante da grave crise que atingiu a Petrobras, a presidente sinalizou que pretende colocar no comando do Ministério de Minas e Energia alguém de sua confiança. O mais cotado é o seu ex-chefe de gabinete Giles Azevedo, um dos mais fiéis assessores, com quem convive e trabalha há mais de 20 anos. Geólogo, Giles foi secretário de Minas e Metalurgia quando Dilma comandava a pasta. Ele já vinha sendo citado por integrantes do governo e do PT para assumir esse cargo, mas sem muita convicção, já que Dilma também gostaria de tê-lo de volta como chefe de gabinete.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave