Ator não queria seguir a carreira

iG Minas Gerais |

Mesmo com artistas na família, Cadu relutou em se tornar um
Ellen Soares
Mesmo com artistas na família, Cadu relutou em se tornar um

São Paulo. Embora a avó Irene Ravache diga que, desde cedo, o neto Cadu Libonati já demonstrava uma forma diferenciada de se comunicar, o ator de “Malhação” garante que sua entrega às artes foi tardia.

“Eu nasci na coxia, porque sou neto de atriz e filho de um iluminador e de uma produtora de teatro. Apesar disso, nunca quis seguir a carreira deles, por rebeldia. Queria fazer algo diferente”, define.

Após renegar o universo artístico durante a adolescência, porém, Cadu deu o braço a torcer assim que terminou os estudos. “Vi que nenhuma profissão me agradava e, então, disse a todos que queria entrar para o teatro. No fundo, eu gostava. Recebi muito apoio, com a condição de que eu levasse as aulas a sério”, diz.

Por vontade própria, Cadu escolheu a Casa de Artes Laranjeiras, no Rio, para se preparar para os novos desafios. “Meu primeiro papel profissional foi a peça de formatura do curso. Logo na sequência, surgiu essa oportunidade para fazer parte do elenco de ‘Malhação’”, completa o jovem.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave