Benefícios de jogar a Liberta

Além da importância do título, o torneio também oferece aos clubes a chance de faturar mais grana

iG Minas Gerais | Bruno Trindade |

Mais uma vez. 
Em 2015, Cruzeiro chegará a sua 14ª participação na Copa Libertadores, com o objetivo de alcançar o tricampeonato
Lincon Zarbietti / O Tempo
Mais uma vez. Em 2015, Cruzeiro chegará a sua 14ª participação na Copa Libertadores, com o objetivo de alcançar o tricampeonato

Com três vagas no G-4 em aberto e com a final da Copa do Brasil ainda em disputa, o Cruzeiro é o único time brasileiro 100% confirmado na Copa Libertadores de 2015. O foco celeste na atual temporada segue na conquista histórica de sua segunda Tríplice Coroa, porém, já é possível apontar os benefícios que mais uma presença na competição mais importante das Américas pode trazer.

Além da visibilidade por medir forças com os melhores clubes do continente, do prestígio da disputa e por iniciar a caminhada celeste em busca do histórico tricampeonato, o torneio internacional vai fazer bem para as finanças da Raposa.

Com os valores de premiação por cada etapa do campeonato definidos, os cruzeirenses, só de estarem presentes na fase de grupos da Libertadores, recebem mais de R$ 2 milhões. Caso chegue à final e conquiste o título, o clube celeste embolsará cerca de R$ 13 milhões, sem contar os ganhos com venda de ingressos.

Os atletas cruzeirenses reconhecem a importância da disputa e sonham fazer bonito no continente. Júlio Baptista exalta o torneio e a dificuldade de vencê-lo.

“Todos fazem uma programação para estar dentro do G-4 e se classificar para a Libertadores. Claro que estar brigando pelo título é muito melhor. Todos os times fazem essa projeção porque é uma competição que todo time quer disputar, de expressão internacional, em que todo mundo está vendo, com muitos times fora do Brasil de grande tradição. Todos querem disputar esse campeonato, que é muito difícil de conquistar”, destacou o camisa 10.

O lateral-esquerdo Egídio revela a vontade do elenco celeste de conquistar a disputa internacional com a Raposa pela terceira vez. “A Libertadores é a maior competição da América, competição mais nivelada, mais difícil, que o Cruzeiro já foi campeão. Então, esperamos ser campeões neste ano do Brasileiro e da Copa do Brasil e, no ano que vem, tentar, mais uma vez com o Cruzeiro, ganhar a Libertadores”, afirmou o jogador.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave