José Onofre

iG Minas Gerais |





O aposentado José Onofre tem 63 anos, mas nunca foi ao urologista. Ele vai ao médico periodicamente somente para fazer uma checagem completa, apesar de admitir que está há um ano e meio sem entrar em um consultório. “Minha família tem um histórico bastante saudável, minha mãe morreu já aos 89 anos, e eu me cuido, bebo muito líquido, faço exercícios físicos. Então só faço exames gerais, como de sangue e de urina. Como nunca deu nada, o médico também não solicitou algo mais detalhado, e eu não procurei”.
DENILTON DIAS / O TEMPO
O aposentado José Onofre tem 63 anos, mas nunca foi ao urologista. Ele vai ao médico periodicamente somente para fazer uma checagem completa, apesar de admitir que está há um ano e meio sem entrar em um consultório. “Minha família tem um histórico bastante saudável, minha mãe morreu já aos 89 anos, e eu me cuido, bebo muito líquido, faço exercícios físicos. Então só faço exames gerais, como de sangue e de urina. Como nunca deu nada, o médico também não solicitou algo mais detalhado, e eu não procurei”.

O aposentado José Onofre tem 63 anos, mas nunca foi ao urologista. Ele vai ao médico periodicamente somente para fazer uma checagem completa, apesar de admitir que está há um ano e meio sem entrar em um consultório. “Minha família tem um histórico bastante saudável, minha mãe morreu já aos 89 anos, e eu me cuido, bebo muito líquido, faço exercícios físicos. Então só faço exames gerais, como de sangue e de urina. Como nunca deu nada, o médico também não solicitou algo mais detalhado, e eu não procurei”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave