Operários das obras de expansão de shopping fazem protesto

Funcionários acusam a empreiteira de más condições de trabalho; estopim para paralisação foi o não pagamento do salário de outubro que, até esta terça-feira, não havia sido depositado

iG Minas Gerais | Da Redação |

Cerca de 100 operários da empreiteira Vista Empreendimentos, que presta serviço na obra de expansão do Shopping do Vale do Aço, cruzaram os braços e protestaram no início da tarde desta terça-feira (18), em Ipatinga, no Leste de Minas.   O grupo, que trabalha na obra há um ano, acusa a empreiteira de más condições de trabalho. O estopim que provocou a paralisação foi o não pagamento do salário de outubro que, até esta terça-feira, não havia sido depositado.   Segundo a Polícia Militar, a indignação do grupo formado por pedreiros, armadores, carpinteiros e outros operários era tamanha que gerou bate-boca entre os manifestantes e as pessoas que queriam entrar ou sair do shopping. O 14º Batalhão da Polícia Militar foi acionado para evitar qualquer ato de violência, o que foi registrado.   A reportagem não consegui contato com a assessoria de comunicação do shopping e nem com a Vista Empreendimentos, responsável pela obra.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave