Neymar contradiz Dunga e diz que entrega de faixa não foi planejada

Atacante entregou faixa de capitão ao zagueiro Thiago Silva nesta terça-feira

iG Minas Gerais | folhapress |

VIPCOMM/DIVULGAÇÃO
undefined

Ao ser substituído na vitória do Brasil sobre a Áustria nesta terça-feira (18), Neymar dirigiu-se ao zagueiro Thiago Silva e colocou a braçadeira de capitão no braço do companheiro.

O gesto foi uma tentativa do atacante de minimizar a polêmica gerada por declarações do zagueiro, que reclamou durante a semana por ter perdido o posto de capitão para Neymar e não ter sido procurado pelo técnico para uma conversa sobre o assunto.

No entanto, o atacante e o técnico Dunga deram versões diferentes para o ocorrido. O treinador deixou subentendido em coletiva após a partida que a ação havia sido combinada com antecedência.

"Aqui [na seleção brasileira] tudo é feito com organização, tudo é planejado com antecedência. Para vocês [jornalistas], pode parecer polêmico, mas para nós está tudo tranquilo", disse ao ser questionado sobre o tema em coletiva de imprensa após o jogo.

Pouco depois, Neymar disse em entrevista que não houve planejamento prévio.

"Não foi programado, não, foi natural. Foi uma ideia que me veio na hora. Cheguei para ele e disse 'tá apertada a faixa'", disse o jogador ao ser questionado sobre a passagem da faixa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave