Magnano se diz confiante em bom resultado nos Jogos Olímpicos Rio 2016

Treinador da seleção masculina de basquete afirma que jogar em casa e ter atletas nos grandes centros mundiais são fatores que podem ajudar a equipe brasileira

iG Minas Gerais | DIEGO COSTA |

Argentino participou de debate no 2º Seminário de Gestão do Esporte, no Minas Tênis Clube
DIVULGAÇÃO/SCRITTO COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL
Argentino participou de debate no 2º Seminário de Gestão do Esporte, no Minas Tênis Clube

Apesar de ter caído nas quartas de final, a seleção brasileira masculina deixou uma boa impressão no Mundial de basquete, disputado em setembro, na Espanha. A derrota para a Sérvia veio após boas atuações na competição. 

 

A expectativa é grande por um papel notável nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. O sentimento é o mesmo do técnico argentino Rubén Magnano. 

"Eu tenho muita esperança. Pelo que vivi no mundial, nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, ficou uma sensação muito boa. Então, espero que dê certo, pois seria um resultado muito grande para a garotada", disse o treinador da equipe brasileira. 

Magnano participou de um dos debates do 2º Seminário de Gestão do Esporte, que ocorre no Minas Tênis Clube nesta terça e quarta-feira. Durante a discussão, ele apontou pontos que o fazem crer em um bom desempenho em 2016. 

"É pouca distância de brigar por medalha. O trabalho não é simples, mas temos boas variáveis. Temos uma liga forte, um êxodo de jogadores para os grandes centros. Pude perceber também um comprometimento maior dos atletas. Além disso, jogar em casa também pode ser um fator favorável, se soubermos aproveitar isso. Não da para prometer, mas são boas situações", destacou o argentino.