Famoso nas noites de BH, Dj Paulinho colecionava fãs em casas noturnas

Uma das fãs chegou a tatuar "Vai Paulin" em um dos braços; artista fi executado com nove tiros na porta de casa

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Além de fã, Anna Paola era vizinha do Dj
Arquivo pessoal
Além de fã, Anna Paola era vizinha do Dj

Paulinho conquistou fãs por onde passou. O jovem, que foi assassinado na porta de casa, em Belo Horizonte, na noite dessa segunda-feira (17), era conhecido pelo jeito humilde que tratava os fãs. Uma de suas seguidoras fez uma tatuagem em homenagem ao artista.

Anna Paola Borges, de 23, além de fã, era vizinha de Dj Paulinho. Ela destacou à reportagem de O TEMPO que o artista sempre foi muito atencioso com o público.

“Ele era muito humilde. Dava atenção para todas as fãs. Gostava de tirar fotos com todos”, disse a jovem.

Já Aline Medrado, disse que, sempre que podia, acompanhava os shows do Dj. “É muito triste saber que isso aconteceu com ele. Difícil acreditar que ele morreu”, disse.

Uma página do Facebook foi montada em homenagem a Paulinho. Nela eram publicados fotos de shows e do jovem com as fãs.

Uma das administradoras da conta na rede social, que conta com mais de seis mil “curtidas”, chegou a tatuar o bordão “Vai Paulin” no braço. Além de fazer toalhas personalizadas com para o Dj.  

Leia tudo sobre: funkdj paulinhohomicídio