Nico pode seguir os passos de Keke Rosberg e se tornar campeão da F1

Em Abu Dhabi, o alemão da Mercedes poderá se tornar o segundo piloto da história da Fórmula 1 a vencer o título da categoria, assim como o pai ; confira foto dos campeões

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Mercedes driver Nico Rosberg of Germany, right, celebrates at the podium after winning the Formula One Brazilian Grand Prix at the Interlagos race track in Sao Paulo, Brazil, Sunday, Nov. 9, 2014. Rosberg fended off a strong charge by Lewis Hamilton, left, to win the Brazilian Grand Prix on Sunday, closing in on his Mercedes teammate in the Formula One title race. (AP Photo/Felipe Dana)
AP
Mercedes driver Nico Rosberg of Germany, right, celebrates at the podium after winning the Formula One Brazilian Grand Prix at the Interlagos race track in Sao Paulo, Brazil, Sunday, Nov. 9, 2014. Rosberg fended off a strong charge by Lewis Hamilton, left, to win the Brazilian Grand Prix on Sunday, closing in on his Mercedes teammate in the Formula One title race. (AP Photo/Felipe Dana)

O GP de Abu Dhabi será a última prova da Fórmula 1 em 2014 e que vai definir se o título da categoria ficará com Lewis Hamilton ou Nico Rosberg da Mercedes. O britânico segue na liderança  do campeonato com 334 pontos, contra 317 de Rosberg. Mas caso o alemão fature o título da F1 poderá entrar para a história como o segundo piloto a ser campeão, seguindo os passos do pai. Isto porque Nico é filho do sueco Keke Rosberg, Campeão Mundial pela Williams em 1982 .

Até o momento, o único piloto que conseguiu essa façanha foi o britânico Damon Hill, que levou o título da categoria em 1996, correndo também pela Williams e que é filho do bicampeão mundial (1962 e 1968), Graham Hill.

Outro piloto campeão mundial e que herdou o espírito corredor do pai é o canadense Jacques Villeneuve, que faturou o campeonato da F1 em 1997, pela Williams. Porém o seu pai, Gilles Villeneuve faleceu em 1982, sem ter conquistado um título mundial.

Para faturar o campeonato de 2014, Nico Rosberg terá que vencer o GP de Abu Dhabi – que valerá pontos dobrados- e contar que o seu oponente, Lewis Hamilton termine a corrida em terceiro ou em posições inferiores. Dessa maneira, Rosberg terminaria a temporada com 367 pontos, contra 364 de Hamilton (caso este chegue em terceiro).