Companhia ilustra sua versatilidade em quatro tempos

Ballet Jovem do Palácio das Artes encerra temporada 2014 apresentando duas coreografias inéditas

iG Minas Gerais | Daniel Oliveira |


“Cantares” trará tempero feminino à apresentação da noite
Paulo Lacerda - Fundacao Clovis
“Cantares” trará tempero feminino à apresentação da noite

Para encerrar sua temporada 2014, o Ballet Jovem do Palácio das Artes preparou uma mistura do familiar com o inédito que pretende ilustrar a versatilidade da companhia. Hoje e amanhã, às 21h, eles apresentam as duas coreografias inéditas “Notório” e “Tradicional”, além de “Cantares”, do argentino Oscar Araiz, que o grupo já interpreta há um bom tempo, e “No Evento de uma Súbita Perda”, do português André Mesquita.

“O ‘Súbita Perda’ foi feito em dezembro do ano passado e só foi apresentado uma vez na Campanha de Popularização. Então, é quase inédito, nunca foi apresentado no Grande Teatro”, explica a diretora de Ensino e Extensão da Fundação Clóvis Salgado, Patrícia Avellar Zol. Já “Notório” e “Tradicional” são de autoria do brasileiro Alessandro Pereira. Radicado na Dinamarca há 12 anos, ele conheceu alguns bailarinos da companhia que foram para lá em um intercâmbio em 2013. E neste ano, em junho e julho, o coreógrafo veio fazer uma residência com todo o grupo.

“Notório” é o resultado de uma trilha que ele já trouxe pronta para a companhia. Encomendada por Pereira para o DJ dinamarquês Turkman Souljah, um dos mais requisitados da Europa, ela mistura ritmos característicos da cultura brasileira, como maracatu, axé e funk. No trabalho, o coreógrafo buscou ressaltar o talento brasileiro de se fazer notável em qualquer área da vida, em especial, na dança. “É uma mistura de linguagens muito bacana: a visão da tecnologia de um dinamarquês dos ritmos da nossa nação encenada para Minas por um coreógrafo paulistano que mora fora e já tem a dança europeia no corpo dele”, define Patrícia.

Já “Tradicional”, segundo ela, foi um “presente”. “Um duo que ele fez para bailarinos europeus, nos ofereceu e abrimos os braços e recebemos muito felizes”, ela conta. O momento totalmente masculino será equilibrado por “Cantares”, que traz um elenco todo de mulheres. “Ela traz uma visão hispânica do balé antigo, revisitado com toda a elegância do Oscar, num momento muito sensual e profundo das mulheres”, analisa a diretora de ensino.

Completando a noite, a companhia apresenta ainda “No Evento de uma Súbita Perda”, resultado da residência artística com o português André Mesquita em 2013. E já se prepara para 2015: “Notório” e “Tradicional” serão as coreografias apresentadas pela companhia na Campanha de Popularização do ano que vem.

Agenda

O que. “Notório/Tradicional”

Quando. Hoje e amanhã, às 21h

Onde. Grande Teatro do Palácio das Artes – av. Afonso Pena, 1.537, centro

Quanto. R$ 10 (inteira)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave