Quatorze casos de chikungunya são investigados no Estado

Casos que estão sendo apurados foram registrados em Governador Valadares, Coronel Fabriciano, Belo Horizonte, Divinópolis e Varginha

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Quatorze mineiros, sendo dois belo-horizontinos, estão sendo investigados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG) sob suspeita de ter contraído a febre chikungunya em Minas Gerais. O número aparece no levantamento divulgado na última sexta-feira (14) pela secretaria, que mostra a situação da doença em Minas.

Os casos que estão sendo apurados foram registrados em Governador Valadares, Coronel Fabriciano, Belo Horizonte, Divinópolis e Varginha.   Balanço mostra também que, até o momento, 45 pessoas passaram por suspeita de ter contraído a febre, 29 casos foram descartados e dois confirmados.

A maior preocupação da Secretaria Estadual de Saúde é com o combate aos mosquitos  Aedes Aegypti e Aedes albopictus, ambos transmissores do vírus e presentes em mais de 80% dos municípios mineiros. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave