Rompimento de adutora em Sabará deixa bairro sem água

Parte dos moradores do bairro Nossa Senhora de Fátima estão sem abastecimento; Copasa não tem previsão de religamento

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O rompimento de uma adutora na tarde de sábado (15) em Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte, deixa os moradores do bairro Nossa Senhora de Fátima sem água há mais de dois dias.

Islene Silvia da Paixão reside na rua Ouro Preto e relata que sua família está enfrentando dificuldades com a falta de abastecimento. Ela contou que fez várias ligações para a Copasa, que no domingo chegou a informar que a distribuição já estava religada e que o abastecimento seria normalizado antes das 22h.

A moradora relata que na manhã desta segunda-feira  a residência continuava sem abastecimento e que ao entrar novamente em contato com a distribuidora recebeu uma nova promessa de prazo para a regularização do abastecimento, ainda pela manhã, mas o problema perdurava mesmo depois do meio dia. Ela reclamou dos problemas enfrentados em casa, onde não é possível tomar banho, preparar refeições ou lavar roupas e vasilhas.

Contatada pelo O Tempo, a Copasa informou que após o rompimento na adutora foram executadas  manobras operacionais e intervenções para manter o bairro abastecido durante o fim de semana e que dois caminhões-pipa foram mobilizados para abastecer escolas, creches e postos de saúde da região.

Ainda segundo a empresa, uma equipe técnica já está no local tentando solucionar o problema e pede que os moradores do  bairro Nossa Senhora de Fátima evitem desperdícios até que a situação esteja regularizada, mas que não há previsão para o religamento da distribuição

Em relação à sua solicitação, a Copasa informa que devido ao rompimento  de uma adutora de água na tarde de sábado, 15 de novembro, o abastecimento foi  interrompido no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Sabará. Foram executadas  manobras operacionais e intervenções para manter o bairro abastecido durante o fim de semana. Nesta segunda (17.11), há dois caminhões-pipa abastecendo o reservatório que fornece água para o bairro e um abastecendo escolas, creches e postos de saúde da mesma região.

Uma equipe técnica já está no local tentando solucionar o ocorrido. Ainda não há previsão para a normalização do abastecimento. A Copasa solicita a compreensão de todos e conta com a colaboração dos moradores do bairro Nossa Senhora de Fátima para evitar desperdícios até que a situação esteja regularizada.

Leia tudo sobre: copasafalta de águasábara