Para presidente do TCU, diretoria ajudará a combater corrupção

Ministro Augusto Nardes disse nesta segunda-feira (17) que "ficou feliz" com a notícia de que a Petrobras criou uma diretoria para o setor de governança

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O presidente do TCU (Tribunal de Contas da União), ministro Augusto Nardes, disse nesta segunda-feira (17) que "ficou feliz" com a notícia de que a Petrobras criou uma diretoria para o setor de governança.

"Para lutar contra a corrupção, não tem caminho mais fácil que organizar o Estado. Ter metas, planejamento, monitoramento e direcionamento. Governança é isso", afirmou Nardes.

Nardes apresentará nesta tarde a 17 governadores eleitos e ao presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), um programa chamado "Pacto Pela Boa Governança". Esse pacto apresentará aos eleitos os principais gargalos em nos Estados e no governo federal nas áreas de Saúde, Educação, Segurança, Infraestrutura e Previdência, e formas para melhorar a gestão pública nesses setores.

Nardes defendeu que os contratos com empreiteiras que estão envolvidas na Operação Lava Jato sejam repactuados, ou seja, tenham seus valores diminuídos, para que não sejam paralisadas as obras no país. Segundo ele, tornar todas as empresas inidôneas, o que as retiraria das obras para governo, poderá levar a uma paralisação de grandes projetos no Brasil.

Perguntado se haveria dois pesos e duas medidas em relação ao caso da Empreiteira Delta, que foi tornada inidônea ao ser flagrada num escândalo com verba pública, Nardes disse que essa era uma reflexão a se fazer. "Naquele caso era só uma", afirmou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave