Diego Costa e Fàbregas podem perder espaço na Espanha, alerta técnico

Jogadores do Chelsea também foram alvo de críticas de Sergio Ramos; Casillas fez a defesa dos atletas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Diego Costa marcou o primeiro gol do Chelsea sobre o Leicester
CHELSEA/DIVULGAÇÃO
Diego Costa marcou o primeiro gol do Chelsea sobre o Leicester

As lesões do atacante Diego Costa e do meio-campista Cesc Fàbregas - ambos do Chelsea (ING)- deixaram os dois jogadores de fora dos compromissos da seleção espanhola, incluindo o amistoso com a Alemanha, nesta terça-feira, em Vigo, na Espanha. E o técnico Vicent Del Bosque afirmou, em coletiva de imprensa, que os dois jogadores não têm lugar garantido na Fúria e que podem perder espaço na equipe principal espanhola.

"Pode ser que quando Diego Costa e Fàbregas voltem, já tenha algum jogador ocupando seus lugares. Não é uma ameaça, é uma realidade. Minha responsabilidade é sempre buscar o melhor para a minha equipe", afirmou o treinador.

Mas Del Bosque não foi o único a “mandar o recado” aos dois atletas do Chelsea. O zagueiro Sergio Ramos, do Real Madrid (ESP), fez duras críticas a Fàbregas e Diego Costa e até chegou a dizer que os dois jogadores não têm comprometimento com a seleção espanhola.

As declarações polêmicas de Ramos foram rebatidas pelo goleiro Iker Casillas, também do Real Madrid, que garantiu que todos os atletas que vestem a camisa da Fúria são comprometidos.

"Como capitão, posso dizer que o compromisso dos 23 que estão aqui é total, assim como o dos que não puderam vir. Entendi as palavras ditas por Sergio Ramos e não há porque dar mais voltas sobre esse assunto", rebateu.

Fàbregas foi cortado dos compromissos da Roja após reclamar de dores nas coxas. Já Diego Costa não foi convocado por Del Bosque após o departamento médico do Chelsea informar que o centroavante não teria condições de jogo e o técnico José Mourinho reclamar por diversas vezes da convocação do brasileiro.