Familiares de pacientes com leucemia fazem manifestação por doações

Meta de doações já teria sido alcançada pela Hemominas, em Belo Horizonte; grupo de cerca de cem pessoas caminhará da praça até a porta da fundação

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Cerca de cem pessoas, entre familiares e amigos de pacientes com Leucemia fazem um apelo, em forma de manifestação, para que a Fundação Hemominas, em Belo Horizonte, aceite novas doações de medula óssea.

"Eles (o Hemominas) cancelaram as doações de medula óssea. Só em janeiro vão aceitar novas doações, e o meu filho está com urgência no transplante", desabafa o gerente de concessionária Edson dos Santos Silva, 44, pai do Samuel, 4, que está internado há 1 ano e 8 meses.

A ideia do grupo é fazer uma passeata da praça Sete, no centro da capital, até a Alameda Ezequiel Dias, no bairro Santa Efigênia, na região Leste.

Segundo o pai, a meta do Hemominas foi alcançada há dois meses de antecedência com a ajuda de campanhas feitas por familiares. A fundação teria conseguido cadastrar 30.800 doares.

A assessoria do Hemominas ficou de enviar uma noa explicando a situação.

 

 

Leia tudo sobre: manifestaçãodoaçãoleucemiafamiliares