Médico chega aos EUA em estado grave

iG Minas Gerais |

Um cirurgião de Serra Leoa contaminado pelo vírus ebola transferido para os Estados Unidos para tratamento está em estado grave, possivelmente mais grave do que qualquer outro paciente contaminado pela doença que já tenha sido tratado no país, informou ontem o Centro Médico de Nebraska. O doutor Martin Salia, 44, residente em Maryland, contraiu o vírus enquanto trabalhava como cirurgião em Freetown, em Serra Leoa. “Embora não seja possível conhecer o estado exato de saúde do paciente, as informações que chegam da equipe que cuidou dele em Serra Leoa indicam que ele está em estado gravíssimo”, afirmou o hospital em Omaha, em comunicado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave