Shows impulsionam turismo

Viagens para ver grandes eventos movimentam mercado, que deve crescer 39% até 2018

iG Minas Gerais | Janine Horta |

Pelo mundo. Lucas Frossard coleciona ingressos de vários shows e já se prepara para próxima viagem
MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Pelo mundo. Lucas Frossard coleciona ingressos de vários shows e já se prepara para próxima viagem

As agências de viagens estão de olho no mercado de turismo para shows, já que o Brasil tem se consolidado cada vez mais como rota de grandes eventos internacionais. De acordo com o Ministério do Turismo, o país já é o segundo maior no ranking do mercado de shows na América Latina, atrás apenas do México. A expectativa é que o consumo de shows no Brasil cresça 39% até 2018, de acordo com a pesquisa Global Entertainment and Media Outlook 2014/2018, feita pela consultoria PwC.

O mercado brasileiro de shows, que em 2013 gerou R$ 357 milhões, pode passar para R$ 496 milhões em 2018. Em 2014, Guns N’ Roses, Elton John, Avril Lavigne e Demi Lovato atraíram milhares de pessoas. Para o ano que vem são esperados Rolling Stones, Foo Fighters e Linkin Park.

Para se ter uma ideia da movimentação financeira e de pessoas em grandes shows, durante a edição do Rock in Rio 2013, a ocupação hoteleira na capital carioca foi de quase 90%. Das 7 milhões de pessoas que foram aos shows, 46% eram de outros Estados. O giro econômico foi de R$ 1 bilhão, segundo a Riotur.

O roqueiro Lucas Frossard, 29, coleciona os ingressos dos shows pelos quais já rodou meio mundo no Brasil e no exterior. Engenheiro de software, Frossard começou a viajar para assistir shows ainda adolescente. Pearl Jam, Coldplay, U2, Rock in Rio, ele já viu várias vezes em São Paulo e no Rio de Janeiro. Iron Maiden foi sua primeira viagem para ver um show, aos 18 anos. Esteve na Bélgica para o Rock Werchter 2014. E, para o ano que vem, o plano é o Coachella Valley Music and Arts Festival, na cidade de Indio, perto de Los Angeles, nos Estados Unidos.

“Faço um planejamento prévio para gastar pouco e poder ficar mais tempo, principalmente nas viagens internacionais. Geralmente vou como mochileiro”, conta.

Mais requinte. De olho em um público mais exigente quanto ao conforto das viagens, a Exodus Turismo tem feito pacotes para shows como o do maestro e compositor holandês André Rieu, cuja apresentação reuniu cerca de 180 mil pessoas em São Paulo no mês passado.

“Diferente do turismo para shows de rock, que exigem pacotes mais baratos, voltados principalmente para jovens, shows como o de André Rieu precisam de mais sofisticação na elaboração da proposta de viagem. O turista deste tipo de show também quer aproveitar para conhecer a cidade”, explica a diretora da empresa, Virgínia Camara.

Para um grupo de 40 pessoas, Virgínia elaborou um pacote de fim de semana a R$1.780 por pessoa, incluindo, além dos ingressos para André Rieu, hospedagem, café da manhã e passeios por São Paulo.

 

 

Preços variados

Paul McCartney em São Paulo: Dia 25 de novembro, ônibus superluxo, serviço de bordo, camisa do evento, cobertura fotográfica, edição de vídeo especial, guia Embratur e monitor, seguro viagem, não inclui ingresso: R$225 (Agotur)

Lollapalooza em São Paulo: 28 e 29 de março de 2015, ônibus, ingresso na área lounge de dois dias de show, transporte até Interlagos, open bar, guarda volume: R$ 1.745 (Galé Viagens)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave