Culinária com toques típicos

Café da manhã e almoço são servidos “juntos”, e pratos famosos ganham reinvenções características do Nordeste

iG Minas Gerais | Aline Diniz |

Petit gateau com sorvete de creme e bolo da tradicional tapioca
Diogo Carvalho/divulgação
Petit gateau com sorvete de creme e bolo da tradicional tapioca

Além de um bom vinho ou espumante, em Petrolina (PE) é possível apreciar deliciosos pratos típicos. Um dos costumes da região é o chamado café de fazenda. Aos domingos, das 9h ou 10h, as pessoas vão para o restaurante e emendam a refeição matutina com o almoço. Nesses locais é servido de tudo um pouco da culinária regional: buchada de bode, bolos, mandioca, tapioca, galinha, pão, cereais, café, suco e muito mais.

Os restaurantes de Petrolina são muitos e variados. No Flor de Mandacaru, por exemplo, antes da refeição, o cliente já tem uma surpresa. O local é muito aconchegante, e a chef Jucilene Melo se divide entre cozinhar e verificar se tudo está sendo bem servido. O cardápio é variado e dá vontade de pedir todos os pratos. As porções são generosas, e quem entra sai do Flor com vontade de ter comido um pouco mais.

Da casa

Um dos pratos de destaque é a carne de sol com mandioca, a macaxeira, e queijo. Outro igualmente saboroso é a moqueca de cari – peixe de água doce –, que é um dos pratos mais tradicionais do São Francisco. O fim da refeição não poderia ser melhor: um petit gateau com bolinho de tapioca. O ambiente é confortável, leve, e a música ao vivo completa o cenário. O Flor de Mandacaru fica um pouco afastado do centro da cidade. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave