Kim Jong-un é cúmplice de crimes, diz ONU

País pode ser levado ao Tribunal Penal Internacional

iG Minas Gerais |

Silêncio. Kim Jong-un ainda não se pronunciou sobre carta da ONU
Korean Central News Agency/ap – 15.4.2012
Silêncio. Kim Jong-un ainda não se pronunciou sobre carta da ONU

Seul, Coreia do Sul. O relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre direitos humanos na Coreia do Norte, Marzouki Darusman, disse que o líder Kim Jong-un é “cúmplice dos crimes contra a humanidade” cometidos pelo regime de seu país e deve “prestar contas” à Justiça internacional. A afirmação foi feita nesta sexta em Seul.

“Está provado que a Coreia do Norte continua cometendo crimes contra a humanidade sob o comando de Kim Jong-un”, afirmou Darusman.

Até o fechamento desta edição, Kim Jong-un não havia se pronunciado sobre a carta das Nações Unidas, que adverte que “a máxima autoridade do país deverá prestar contas” se não acabarem as “massivas violações dos direitos humanos”, segundo o enviado da ONU.

A Assembleia Geral das Nações Unidas deve votar, em uma sessão prevista para o próximo dia 18, uma resolução voltada ao Conselho de Segurança para levar a Coreia do Norte ao Tribunal Penal Internacional, pelos ‘crimes contra a humanidade’.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave