Vestígios da infância cantada

Espetáculo “Palavra Cantada sem Pé nem Cabeça” celebra 20 anos de trajetória de Paulo Tatit e Sandra Peres

iG Minas Gerais | gustavo rocha |

Polivalentes. Os 14 intérpretes no espetáculo se desdobram entre as músicas, a manipulação de bonecos, a atuação e as coreografias
Caio Gallucci / Divulgação
Polivalentes. Os 14 intérpretes no espetáculo se desdobram entre as músicas, a manipulação de bonecos, a atuação e as coreografias

 

A infância é um período de formação fundamental na trajetória de uma pessoa. Alguns hábitos, manias, gostos, são definidos justamente nos primeiros anos de vida e podem permear toda a trajetória do indivíduo. Pensando assim, programas e obras artísticas infantis podem ter um importante papel na (de)formação dos pequenos. O musical “Palavra Cantada sem Pé nem Cabeça, O Musical” narra a história de uma dupla fundamental no Brasil para a formação sensível e criativa na infância: Paulo Tatit e Sandra Peres, artistas que completam 20 anos de carreira, dedicados à música infantil. O espetáculo fará uma única apresentação em Belo Horizonte, hoje, no Grande Teatro do Palácio das Artes.

O trabalho parte da produção da dupla e narra sua trajetória a partir dos seus personagens mais marcantes. Principalmente do Rato, que se apaixona pela lua, em uma amor impossível e termina por encontrar uma ratinha parceira. “Lua minguante/ Lua crescente/ Declaro ser o seu mais lindo amante/ Com você eu quero me casar/ Fazer da noite escura o nosso altar”, propõe o personagem, na canção do disco “Canções Curiosas”, de 1998.

“Nossa ideia era que o Rato funcionasse como o Coelho de Alice”, relata a diretora Marília Toledo, se referindo ao clássico “Alice no País das Maravilhas”, de Lewis Carroll, na história em que o Coelho deflagra a curiosidade de Alice em suas andanças fantasiosas. O Rato se junta a Pauleco e Sandreca, bonecos inspirados nos dois compositores que foram criados especialmente para o DVD comemorativo dos 20 anos do “Palavra Cantada”. “A música é dividida em algumas partes e o Rato conduz Pauleco e Sandreca pela histórias deles próprios.

Aos poucos, vão aparecendo os outros personagens”, completa. Ela se refere a Nuvem, a Brisa e a Parede, os Pés, o Zangão, o Seu Minhoco e a Dona Minhoca, os Cozinheiros da Sopa do Neném, a Bruxa Feia, a Rata, dentre outros personagens inusitados que permeiam as clássicas canções do Palavra Cantada. A produção conta com 14 bailarinos, cantores e músicos.

Proximidade. A relação da diretora com os dois personagens foi um dos motivos para que ela se envolvesse no desafio de montar um espetáculo que remontasse uma carreira tão prolífica quanto a de Paulo e Sandra. “Faz quatro anos que conheci os dois. Eles fizeram a trilha do ‘Peixonautas’, um espetáculo que dirigi. Depois, eles me convidaram para dirigir um show deles. E, finalmente, começamos a pensar em um espetáculo que fizesse esse resgate da carreira do Palavra Cantada, com seus grandes sucessos”, relembra Fátima Toledo.

Sobre a importância que a dupla tem para os pequenos e para gerações que ouviram sua música quando criança, a artista vê uma idolatria grande de parte a parte. “Eu vejo a paixão com que as crianças cantam as músicas e vários pais também sabem cantar e acompanham as apresentações. Paulo e Sandra são de uma importância fundamental e eu fico impressionado com a produção deles até hoje. Eles estão sempre se reinventando”, elogia a diretora.

“Palavra Cantada sem Pé nem Cabeça, O Musical” também trouxe uma novidade para Paulo e Sandra: é a primeira vez que a obra deles é tocada e/ou encenada por outros artistas que não eles. “Os dois já assistiram muitas vezes, gostam, ajudaram e ainda nos ajudam muito. É difícil porque geralmente o artista fica apegado ao seu trabalho. Com eles, foi justamente o contrário. Eles se emocionam e cantam da plateia”, comemora Toledo.

Agenda

O quê. “Palavra Cantada Sem Pé Nem Cabeça”

Quando. Hoje, às 17h.

Onde. Grande Teatro Palácio das Artes (avenida Afonso Pena, 1.537, centro)

Quanto. R$ 50 (balcão) e R$ 80 (plateia 1). Com meia entrada prevista para cada

Registros

Carreira. Em 20 anos de estrada, o projeto Palavra Cantada tem 20 discos lançados, com foco nas canções para crianças. Neste ano saiu o DVD comemorativo com as canções mais marcantes. Toda a discografia, informações sobre shows e curiosidades podem ser encontradas em palavracantada.com.br/

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave