Tetra e penta seguem no foco

Cruzeiro quer levar logo o Brasileirão para chegar à final da Copa do Brasil ainda mais forte

iG Minas Gerais | Bruno Trindade |

Só reservas. 
Para recuperar o fôlego visando à reta decisiva do ano, Raposa poupou seus titulares do treino pelo segundo dia seguido
FERNANDA CAVARLHO / O TEMPO
Só reservas. Para recuperar o fôlego visando à reta decisiva do ano, Raposa poupou seus titulares do treino pelo segundo dia seguido

O caminho celeste no fim da temporada 2014, que pode representar um ano histórico pela conquista da Tríplice Coroa novamente, apresenta duas direções. Por um lado, será preciso inverter a vantagem do Atlético na Copa do Brasil após a derrota por 2 a 0 na primeira partida da decisão. Jogadores e comissão técnica da Raposa sabem das dificuldades, porém afirmam que não tem nada perdido e que o clube tem plenas condições de buscar o caneco. Por outro, a vida celeste foi facilitada no Brasileirão com o empate entre São Paulo e Internacional, na última quarta-feira. O tropeço do tricolor deixa os cruzeirenses a três vitórias do tetra sem depender de outros resultados.  

A conquista celeste pode vir até na semana que vem, caso os mineiros vençam o Santos, neste domingo, e o Grêmio, na quinta-feira, e o tricolor paulista não triunfe no clássico diante do Palmeiras. As três próximas rodadas serão realizadas antes do segundo jogo da final contra o maior rival. Por isso, a confirmação antecipada do caneco pode trazer tranquilidade e confiança para o Cruzeiro enfrentar o alvinegro e buscar a inversão do placar.

“Hoje, já chegamos para treinar com o pensamento no Campeonato Brasileiro, porque nós podemos garantir o título nos próximos três jogos. E conseguir esse título antecipado vai nos dar ainda mais força para buscar a virada na Copa do Brasil”, declarou o meia-atacante Everton Ribeiro.

O lateral-direito Ceará também acredita que, com a Série A garantida, o foco só no clássico pode ajudar na missão celeste de tirar a vantagem do rival. “Se a gente conseguir ser campeão antes, certamente vamos ter um foco só. Isso trará um incentivo a mais pra encarar a final da Copa do Brasil”, afirmou o jogador.

O técnico Marcelo Oliveira não acredita que o título antecipado do Brasileiro cause algum tipo de relaxamento na equipe para o jogo de volta da Copa do Brasil. “Acho que não tem essa possibilidade de relaxamento. Primeiro, precisamos estar bem concentrados para ganhar o Campeonato Brasileiro, e temos possibilidade de fazê-lo. Agora, o outro jogo, até por ser uma grande final, pela rivalidade e por tudo que envolve, não existe a mínima possibilidade de alguém estar relaxado. Muito pelo contrário. Estamos mobilizados e bem concentrados pela importância e circunstância de ser contra o maior rival”, analisou.

Preocupada com desgaste, comissão poupa os titulares Mesmo após dois dias da partida contra o Atlético, os jogadores titulares do Cruzeiro seguem sem realizar atividades no campo. Depois do famoso regenerativo no dia seguinte ao confronto, nesta sexta os atletas que iniciaram a partida diante do alvinegro fizeram apenas exercícios na academia. A comissão técnica está preocupada com o cansaço dos cruzeirenses e espera recuperá-los o máximo possível para conquistar o Brasileiro e a Copa do Brasil. Já os reservas participaram de um treino técnico para aprimorar marcação, toque de bola e finalização. Nilton, Júlio Baptista e Dagoberto, que entraram no decorrer do clássico, estiveram no gramado. Ceará foi poupado. Egídio segue no departamento médico com dores na bacia, assim como Dedé, com edema ósseo no joelho direito.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave