Polícia oferece R$ 30 mil por informações sobre morte de agente

Marcos Antônio Azenha foi morto em frente à própria casa com tiros de pistola calibre 45 e nove milímetros

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

 A Secretaria de Estado da Segurança Pública oferece recompensa de R$ 30 mil por informações que ajudem a solucionar a morte do agente penitenciário Marcos Antônio Azenha no começo deste mês, em Taiúva (a 363 km de São Paulo).

Segundo a Polícia Civil, Azenha foi morto em frente à própria casa com tiros de pistola calibre 45 e nove milímetros. Ele tinha ao menos dez perfurações no corpo, de entrada e saída dos projéteis, segundo a polícia.

A denúncia com informações que levem aos autores do crime deve ser feita apenas pela internet por meio do site da secretaria (www.ssp.sp.gov.br).

Segundo a secretaria, pode receber a recompensa o denunciante que encaminhar informações que contribuam de maneira relevante para que a polícia esclareça o crime. Ainda de acordo com a secretaria, o denunciante será informado se a sua informação foi recompensada. Ele receberá um número de cartão bancário virtual e uma senha, que permitirá saques da recompensa em qualquer caixa eletrônico do Banco do Brasil.

Azenha morreu no dia 2 de novembro. A mulher do agente relatou à polícia no dia que ela chegava em casa de moto quando foi abordada por dois homens armados, que pediram para chamar o agente penitenciário. Quando Azenha saiu à porta, foi alvejado com os disparos e morreu na hora. A dupla fugiu sem roubar nada.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave