Antes de decisão, Hamilton encontra família e Rosberg recebe prêmio

Únicos candidatos ao título deste ano, pilotos voltaram às origens

iG Minas Gerais | Folhapress |

amilton quer aproveitar o bom momento para tentar vencer pela primeira vez em Interlagos
Reprodução/Twitter
amilton quer aproveitar o bom momento para tentar vencer pela primeira vez em Interlagos

A pouco mais de uma semana do GP de Abu Dhabi, prova que decidirá o Mundial de Fórmula-1 desta temporada, Nico Rosberg e Lewis Hamilton, únicos candidatos ao título deste ano, resolveram voltar às origens.

Vizinhos em Mônaco, os dois pilotos da Mercedes passaram os últimos dias em seus países de origem, ao lado dos familiares.

Rosberg, que liderou a maior parte do campeonato deste ano e venceu o GP Brasil, no último domingo, diminuindo sua desvantagem na classificação para 17 pontos, esteve em Berlim, onde foi homenageado com o prêmio Bambi de ouro, concedido pela imprensa alemã a personalidades do entretenimento, cultura, esportes e política que se destacaram no ano.

O alemão, que foi acompanhado da mulher, Vivian, recebeu o prêmio de atleta do ano. Além dele, foram homenageados Miroslav Klose, Philipp Lahm e Bastian Schweinsteiger, todos jogadores da seleção da Alemanha, que venceu a Copa no Brasil em julho.

"Obrigado pelo evento e é uma grande honra receber este belo Bambi. À caminho da fábrica agora para trabalhar no simulador antes do GP de Abu Dhabi", escreveu Rosberg em sua conta no Instagram, ao lado de uma foto com a mulher e o troféu.

Já Hamilton, que precisa de uma vitória ou uma segunda posição na corrida do dia 23 para ficar com o segundo título, independentemente do resultado de Rosberg, passou os últimos dias na casa da família, em Stevenage, na Inglaterra.

Na segunda-feira, o piloto inglês colocou uma foto ao lado da namorada, Nicole Scherzinger, nas redes sociais, dizendo que estava a estava ajudando a fazer sua mudança para Londres.

"Vamos tentar manter a calma neste dias e fazer programas familiares. Nosso objetivo é manter Lewis num bom estado mental para a próxima corrida", disse o pai do piloto, Anthony, à TV inglesa Sky Sports.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave