Receita vai cobrar 1 bi de empreiteiras da Lava Jato

Força tarefa que atua na operação e realizou buscas desta sexta-feira (14); ex-diretor da Petrobras e executivos foram presos

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O uso de empresas de fachada e outros crimes levará a Receita Federal a cobrar R$ 1 bilhão em impostos não pagos, multas e juros das empreiteiras acusadas na Operação Lava Jato, que investiga um esquema de corrupção na Petrobras.

A estimativa é do coordenador de Pesquisa e Investigação da Receita Federal Gerson Schaan. Segundo ele, já é possível calcular esse valor com base em provas de ilícitos tributários e aduaneiros já obtidas na Lava Jato.

A Receita Federal integra a força tarefa que atua na operação e realizou buscas desta sexta-feira (14). Na ação --a sétima fase da operação iniciada em março deste ano-- a Polícia Federal prendeu o ex-diretor de serviços da Petrobras, Renato Duque, e executivos da cúpula de grandes empreiteiras do país, suspeitas de pagar propina para fechar contratos com a estatal.

As empresas envolvidas --nove ao todo, pertencentes a sete grupos-- têm contratos que somam R$ 59 bilhões com a estatal, considerando o período de 2003 a 2014.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave