Com crise histórica, aplicativos ajudam usuários a economizar água

"Fake Shower" simula som da água que cai do chuveiro e de uma torneira para calcular quanto foi usado de acordo com a vazão escolhida pelo usuário

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Híbrido de elétrico e solar custa R$ 1.700 e será instalado em moradias populares
Fleur Suijten / stockxpert
Híbrido de elétrico e solar custa R$ 1.700 e será instalado em moradias populares

Um copo, um balde ou até mesmo uma caixa d'água. Um aplicativo criado pelo instituto Akatu ajuda a dar uma dimensão de quanta água é gasta durante um banho ou enquanto lava a louça.

O aplicativo Fake Shower simula o som da água que cai do chuveiro e de uma torneira. Ele faz o cálculo de quanto foi usado de acordo com a vazão escolhida pelo usuário, o que torna a estimativa mais próxima da real. Após o uso, o aplicativo ainda informa, por exemplo, quantos baldes poderiam ser enchidos com a água que jorrou.

Os criadores dizem que o aplicativo foi desenvolvido para ser utilizado quando os usuários estivessem usando o banheiro. A intenção é fingir um banho de forma sustentável para que a namorada ou a visita não ouça ruídos desagradáveis. O download é de graça para o iPhone, mas ainda não foi desenvolvido para outras plataformas.

Já o aplicativo "Sai Desse Banho", desenvolvido pelo SWU, desafia as pessoas a reduzirem o tempo embaixo do chuveiro. Quem toma um banho de 10 minutos é testado a diminuir para 8, por exemplo.

E caso você ainda esteja no banho quando o tempo se esgotar, uma música de gosto duvidoso o incentivará a sair do chuveiro para desativá-la mais rápido possível. Ele também mostra um histórico do quanto foi economizado.

O DAE (Departamento de Água e Esgoto de São Caetano do Sul) também lançou um software para celulares para controlar o gasto de água. Com base nos dados no hidrômetro e na quantidade de moradores de uma casa, ele calcula qual deve ser o gasto mensal, com base na estimativa da ONU de cerca de 110 litros que deveriam ser gastos diariamente por uma pessoa.

O aplicativo Nossa Água, também desenvolvido pelo Instituto Akatu em parceria com a Federação Brasileira de Bancos, a Febraban, também tem uma calculadora de gastos no banho, além de um jogo sobre vazamentos. O aplicativo, porém, só está disponível para aparelhos com Android.

RESERVATÓRIOS - Com a forte chuva que atingiu a cidade de São Paulo no final da tarde dessa quinta-feira (13), o nível do sistema Cantareira, que atende a 6,5 milhões de pessoas, parou de cair. De acordo com a Sabesp, o nível do sistema nesta sexta-feira (14) está em 10,8% de sua capacidade, o mesmo valor registrado nesta quinta.

Desde o começo do mês de novembro, o reservatório já caiu 1,4 ponto percentual. No dia 1° de novembro, o índice era de 12,2%. Esse percentual já inclui a segunda cota do volume morto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave