Empresário de Santos é preso pela Operação Lava Jato em Pernambuco

Homem, que não teve o nome revelado, foi levado para a carceragem da Polícia Federal no Recife, mas será encaminhado ainda nesta sexta para a Superintendência da PF em Curitiba

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Um empresário de Santos (SP) foi preso pela Polícia Federal no Recife na manhã desta sexta-feira (14), durante a nova fase da Operação Lava Jato, que investiga crimes contra o Sistema Financeiro Nacional.

De acordo com a PF, o empresário da área de engenharia --que não teve o nome revelado-- foi detido no aeroporto quando embarcava para São Paulo.

A prisão temporária de cinco dias havia sido ordenada pelo juiz Sérgio Fernando Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR).

O empresário foi levado para a carceragem da Polícia Federal no Recife, mas será encaminhado ainda nesta sexta para a Superintendência da PF em Curitiba.

A PF também foi ao apartamento de outro empresário no bairro de Boa Viagem, zona sul do Recife. A identidade dele também foi preservada.

A intenção dos policiais era apreender computadores, discos rígidos e dinheiro, mas não apreenderam nada. Segundo a PF nada de "relevante" foi encontrado.

A Polícia Federal cumpre nesta sexta-feira (14) mandados de prisão e de busca e apreensão durante Operação Lava Jato.

A Justiça decretou o bloqueio de R$ 720 milhões que pertencem a 36 investigados. Foi autorizado também o bloqueio integral de valores pertencentes a três empresas suspeitas de participar do esquema.

A Polícia Federal cumpre seis mandados de prisão preventiva, 21 de prisão temporária, nove de condução coercitiva e 49 de busca e apreensão nos Estados do Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, além do Distrito Federal.

Leia tudo sobre: OperaçãoPolícia FederalLava JatoPetrobrasCorrupçãoEmpresárioRecifePernambucoBrasil