Pai canta para filho recém-nascido à beira da morte

As imagens mostram um pai cantando uma música dos Beatles como forma de despedida para seu bebê que teve apenas 24 semanas de gestação e a mãe morreu após o parto

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Pai canta para filho antes de morrer
Reprodução/Youtube
Pai canta para filho antes de morrer

Um vídeo está circulando na internet e fazendo muitas pessoas caírem no choro de tão emocionante. As imagens mostram um pai cantando uma música dos Beatles como forma de despedida para seu filho recém-nascido, pouco antes de o bebê morrer.

O pequeno Lennon, nasceu depois de 24 semanas de gestação, graças a uma cesariana realizada às pressas. A norte-americana Ashley Picco, de 30 anos, morreu logo após dar à luz. As chances do bebê sobreviver eram mínimas, segundo os médicos, porque ele apresentava pouca atividade cerebral.

Enquanto lamentava a morte da esposa, Chris, o "pai guerreiro", acreditava na sobrevivência do filho. Sua história comoveu amigos e conhecidos, que criaram uma campanha em um site de financiamento coletivo para custear o funeral de Ashley.

Chris acompanhou a movimentação a partir do hospital, sem desgrudar do filho. Foi então que dos amigos do casal, gravou um vídeo em que mostra Chris cantando "Blackbird", dos Beatles, para Lennon. A música tem um significado especial: fala sobre superar dificuldades contra todas as expectativas.

Lennon morreu na mesma noite que o vídeo foi parar na internet, nesta quarta-feira (12). Chris compartilhou, em nota, a dor de perder o filho:

“Queridos amigos, familiares e apoiadores: é com dor inimaginável que eu escrevo isso. O meu pequeno lutador, Lennon James Picco adormeceu nos braços do pai ontem à noite. Ele estava cercado pela família, pelos melhores médicos e enfermeiras em todo o mundo. Vestia uma roupinha que Ashley comprara para ele – com estampas de guitarrinhas – enrolado em um cobertor feito por um de nossos queridos amigos. Sou muito grato pelos quatro dias inesquecíveis que pude passar com ele.  A mãe dele ficaria tão exultante se pudesse tê-lo visto, segurado, dado banho e cantado para ele – privilégios que eu tive. Fui tão abençoado e honrado por amá-lo antes mesmo de nascer, de acalentá-lo enquanto a mãe o carregava no ventre, poder vê-lo face a face, e segurar seu corpinho enquanto ele se despedia”.

Veja o vídeo emocionante do momento em que o pai canta para o pequenino Lennon:

Leia tudo sobre: Beatlesmortebebêparto